FMJ é alvo de FakeNews 

ESCLARECIMENTOS JURÍDICOS

FMJ é alvo de FakeNews
21/02/19 - Em virtude das publicações de fatos relacionados com ações judiciais e gestão esportiva narrados por interessados totalmente afastados de ética, verdade e justiça social, cumpre relatar ao público o trabalho sério que é desenvolvido e a capacidade organizacional jurídica da Federação Mineira de Judô, a seguir:

1) FRACASSARAM as 3 (três) ações ajuizadas com o intuito de anular as eleições da atual Diretoria;

2) DESISTIU das 3 (três) ações o ÁRBITRO que se julgava merecedor de promoção, após a cassação de liminar. Impossível, portanto, o descumprimento de qualquer ORDEM JUDICIAL por parte da FMJ e CBJ, sobretudo, em virtude da referida desistência;

3) O BLOQUEIO JUDICIAL decorreu de ação ajuizada em 2011. Portanto, muito antes da atual gestão, que compreende o período de 2017 a 2021;

PROCESSOS

O item 1 compreende os processos 5026763-4820178130024, 5125663-66.2017.8.13.0024 e 5098046-97.2018.8.13.0024. 

O item 2 as ações 5110599-79.2018.8.13.0024, 9055986.41.2018.813.0024 e 5117180-13.2018.8.13.0024. 

O item 3 refere-se ao processo 2918545-67.2011.8.13.0024;

Inverídicas, portanto, as matérias divulgadas pela imprensa com sentidos diversos.

As decisões proferidas nos processos mencionados se encontram disponíveis no site: