CBJ recebe prêmio do COB por avanços do Programa Gestão, Ética e Transparência (GET)

Evento de premiação foi realizado no Rio de Janeiro

CBJ recebe prêmio do COB por avanços do Programa Gestão, Ética e Transparência (GET)
11/07/19 - A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) recebeu medalha do Comitê Olímpico do Brasil (COB) em reconhecimento aos avanços promovidos na atual administração da entidade por meio do Programa Gestão, Ética e Transparência (GET).
 
A homenagem aconteceu na sede do Comitê, no Rio de Janeiro/RJ, neste 09 de julho, durante a apresentação do programa que busca aprimorar os processos administrativos das confederações.
 
O evento apresentou palestras de especialistas na área e promoveu uma mesa redonda, na qual participaram membros de cinco Confederações, dentre essas a CBJ, representada por seu gestor executivo, Robnelson Ferreira.
 
Na avaliação de Robnelson, "A importância do GET é imensurável. Participar de um processo que traz mais transparência para as ações da CBJ é, sem dúvida, muito necessário. Hoje, tudo o que é feito pela CBJ está documentado e disponível nos nossos canais de comunicação. Portanto, fazer parte de um processo que te coloca em conformidade com o que a lei demanda nos dá uma tranquilidade muito grande".
 
O presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges, e o gestor financeiro da entidade, Renato Araújo, também prestigiaram o evento.

Evolução organizacional estruturada, maximização da utilização dos recursos disponíveis e consequente aumento da transparência para os patrocinadores e a sociedade

Conforme o COB, as Confederações que já implementaram o GET avançaram em pontos importantes relativos à evolução organizacional estruturada, à maximização da utilização dos recursos disponíveis e aumento da transparência para os patrocinadores e, consequentemente, a sociedade.
 
Dentre as ações práticas e efetivadas pela CBJ estão as alterações estatutárias para atender exigências legais, como a garantia de um terço do colégio eleitoral para os atletas; a implementação de um canal de ouvidoria; o Código de Conduta Ética; um portal da Transparência; dispositivo de acessibilidade no site oficial; dentre outros.
 
No evento, além de representantes de 32 Confederações, estiveram presentes diversas autoridades esportivas, dentre esses estavam o presidente do COB, Paulo Wanderley Teixeira; o vice-presidente, Marco Antonio La Porta; o diretor-geral, Rogério Sampaio; e o representante do Comitê Olímpico Internacional no Brasil e vice-campeão olímpico, Bernard Rajzman.
 
Nas palavras de Paulo Wanderley, no encerramento da solenidade, “As ações implementadas pelo COB, através do GET, estão trazendo mais independência e possibilidades de desenvolvimento às entidades que souberem aproveitar esse movimento. É fundamental o reconhecimento ao grande esforço realizado pelas Confederações Brasileiras Olímpicas nos últimos anos. Nosso objetivo é otimizar os recursos, reduzir custos e proporcionar aos atletas as melhores condições possíveis de treinamento e preparação”.