Regras do Judô - Regulamento

Normatização de Transferências Interestaduais de Atletas 2018

O presente documento visa normatizar o processo de transferências interestaduais dos atletas de judô do ano de 2018; determinar as responsabilidades e deveres da CBJ e Federações filiadas durante o processo.

Confira o documento da CBJ na íntegra

CAMPEONATO BRASILEIRO DE VETERANOS

Artigo 1º - Atendendo o disposto nas NORMAS GERAIS PARA EVENTOS NACIONAIS da
Confederação Brasileira de Judô – CBJ, em seu Artigo 7º, Parágrafo único, através do
presente REGULAMENTO ESPECÍFICO, ficam, por este documento, estabelecidas as
normas para o Campeonato Brasileiro de Veteranos.

Artigo 2º - O Campeonato Brasileiro de Veteranos será disputado nas formas,
Individual com divisão por faixa etária e peso e por equipe.

Artigo 3º - O Individual será disputado nas seguintes classes de idade e categorias de
peso corporal, constantes nas tabelas abaixo.

Federação Mineira de Judô
Artigo 4º - Adicionalmente, poderá haver disputas por equipes formadas entre atletas de uma mesma federação que tenham (os atletas) participado da competição individual.

Parágrafo único – A disputa por equipes só ocorrerá se houver, no mínimo, a representatividade de 03 (três) federações distintas, tanto no Masculino como no Feminino.

DAS INSCRIÇÕES

Artigo 5º - Para participar do Campeonato Brasileiro de Veteranos a federação deverá satisfazer as seguintes condições:

a) Confirmar a participação junto à Confederação Brasileira de Judô e a federação organizadora, com a antecedência prevista em circular;

b) Encaminhar à CBJ e à federação organizadora a inscrição de seus atletas e dos membros da Delegação, com antecedência mínima de 10 (dez) dias do evento;

c) Apresentar (o/a atleta) a carteira de identificação da CBJ ou da sua federação, constando estar com sua anuidade em dia; d) Não estar cumprindo punição;

e) Apresentar o Formulário de Inscrição padrão devidamente preenchido;

f) Apresentar ATESTADO MÉDICO individual ou coletivo, em que conste estarem os atletas em pleno gozo faculdades físicas e mentais e em condição de participar do evento competitivo, juntamente com a assinatura da ficha de isenção de responsabilidades e riscos;

g) Cada federação poderá inscrever qualquer número de atletas, em cada categoria de peso e classe, de acordo com as tabelas constantes do Artigo 3º do presente Regulamento;

h) Cada federação poderá inscrever uma equipe formada por atletas que tenham participado da competição individual, excetuando-se a federação anfitriã, que terá o direito de inscrever 2 (duas) equipes tanto no Masculino quanto no Feminino.

DA PESAGEM

Artigo 6º - A pesagem dos atletas será realizada em local e hora determinada, de acordo com a programação divulgada pela CBJ e será realizada no máximo com 24 horas (vinte e quatro) horas e, no mínimo, com 2 (duas) horas de antecedência para o início da competição. Parágrafo único – 1 (uma) hora antes do início da pesagem oficial deverá ser disponibilizada uma balança que ficará à disposição dos atletas, destinada à pesagem livre. Artigo

7º - O atleta será pesado com o corpo nu ou com roupa íntima.

Parágrafo 1º - A responsabilidade da pesagem será da Comissão Especial de pesagem, composta por 2 (duas) equipes com 3 (três) membros (masculino e Feminino), designados pelo Diretor Técnico do evento ou seu representante legal.

Parágrafo 2º - O atleta poderá subir na balança quantas vezes necessitar até atingir sua categoria de peso, desde que, dentro do prazo estabelecido pela organização. Caso o judoca não atinja o limite da sua categoria, o mesmo estará automaticamente inscrito na respectiva categoria do peso aferido.

Parágrafo 3º - No ato da pesagem o atleta deverá apresentar sua carteira de Identificação da CBJ ou da sua federação, além da sua cédula de identidade.

DO CONGRESSO TÉCNICO

Artigo 8º - O Congresso Técnico será realizado em dia, local e horário estabelecidos na programação do evento.

Artigo 9º - Será permitida apenas a presença dos representantes de cada federação participante no Congresso Técnico, sendo o mesmo realizado com qualquer número de delegados presentes, no horário estabelecido.

Artigo 10º - No Congresso Técnico serão abordados os seguintes itens:

a) identificação dos Delegados;

b) confirmação das inscrições;

c) Sorteios das chaves;

d) Orientações e recomendações acerca do evento.

Adaptação das Regras de Arbitragem do Judô para o próximo ciclo olímpico

APRESENTAÇÃO DAS REGRAS - Versão 10 de abril de 2017 

Leia na Íntegra - Confederação Brasileira de Judô

Normas de Controle de Judogui - 2017

Este documento baseado no JUDOGUI REQUERIMENTS AND JUDOGUI CONTROL PROCEDURE da Federação Internacional de Judô – FIJ, visa estabelecer o padrão nacional para a utilização dos judoguis em competições realizadas pela Confederação Brasileira de Judô - CBJ.   


Leia na Íntegra - Normas de Controle de Judogui

Código de Ética

Confederação Brasileira de Judô - CBJ.   


Leia na Íntegra - Código de Ética CBJ